terça-feira, 8 de junho de 2021

TRÊS PESSOAS FORAM PRESAS EM PERNAMBUCO POR TENTAREM INVADIR O SITE DO STF.

A
Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta terça-feira (8/6), a operação Leet, que mira uma organização criminosa suspeita de envolvimento em ataques cibernéticos ao Supremo Tribunal Federal (STD).

As ordens foram expedidas pelo ministro Alexandre de Moraes.

A tentativa de invasão ao site do Supremo ocorreu em maio, mas foi contida ainda em andamento, sem danos a processos e informações sigilosas, segundo a Corte. Desde então, a Polícia Federal abriu investigações sobre o caso.

Foram cumpridas três mandados de prisão em Pernambuco nas cidades de Belém do São Francisco. Jaboatão dos Guararapes e Olinda.

Além disso, são cumpridas cinco mandatos de busca e apreensão nessa cidades de Pernambuco, em Itumbiara, em Goiás, e em Bragança Paulista, no interior de São Paulo.

"No curso do Inquérito Policial foram identificados os endereços de onde partiram os ataques, bem como as pessoas que, de forma sistemática e organizada, praticaram os crimes ora apurados", informa a PF.

O termo Leet, que denomina a operação, também conhecida como eleet ou leetspeak, é uma alternativa ao alfabeto inicialmente usado para o idioma inglês, empregado principalmente na internet. "Ele se utiliza de várias combinações de caracteres ASCII para substituir letras do alfabeto latino. É usado como um adjetivo para descrever proeza formidável ou realização, especialmente nas áreas de jogos on-line e em sua forma original, usada por hackers de computador", afirma a Polícia Federal.
Fonte: NE10/Blog do Jamildo.

Pesquisar este blog