quarta-feira, 2 de junho de 2021

GOVERNO DE PERNAMBUCO PROMETE SALÁRIO MÍNIMO E AUXÍLIO A FERIDOS PELA PM EM PROTESTO NO RECIFE.

Ajuda será dada até que uma indenização seja definida. A informação foi fornecida à reportagem por familiares.
O
s feridos pela ação da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) em protesto contra o governo Bolsonaro no último sábado (29/5) no Recife receberão do Governo do Estado um auxílio emergencial no valor de um salário mínimo (R$ 1.100), auxílio alimentação e auxílio saúde até que uma indenização seja definida. 

O acordo foi feito entre parentes do adesivador Daniel Campelo da Silva, de 51 anos, e do arrumador de contêiner Jonas Correia de França, de 29 anos, e a procuradoria Geral do Governo de Pernambuco (PGE-PE) nesta manhã de quarta-feira (2/6). As vítimas, que não participavam do protesto, foram atingidas nos olhos por balas de barracha disparadas pelos policiais militares.

Jonas passou por uma nova cirurgia nesta quarta (2/6) na Fundação Altino Ventura (FAV), na Boa Vista, Centro do Recife, "para tentar colocar o globo ocular no lugar", segundo a esposa dele, Daniela Barreto. Ela disse que os médicos  avisaram que a visão do olho direito, o que foi atingido, já tinha sido perdida.

Já Daniel Campelo recebeu alta da mesma unidade hospitalar na tarde dessa terça-feira (1/6), e perdeu a visão do olho esquerdo.
Fonte: JC.

Pesquisar este blog