Pesquisar este blog

quinta-feira, 28 de março de 2019

BARRAGENS DA VALE EM MACACOS E OURO PRETO ENTRAM EM ALERTA MÁXIMO PARA RISCO DE ROMPIMENTO.

Segundo ANM, nível para o risco de rompimento nas barragens B3/B4, em Macacos, e Forquilha 1 e 3, em Ouro Preto, mudaram de 2 para 3 na noite desta quarta-feira (27/3). Vale afirma que não haverá novas retiradas de moradores e que não houve rompimento.
Três barragens da Vale em Minas Gerais, a B3/B4, em Macacos, e as Forquilhas 1 e 3, em Ouro Preto, entraram em alerta máximo para o risco de rompimento na noite desta quarta-feira (27/3). Elas foram alteradas de nível 2 para o nível 3 de segurança. 

A barragem B3/B4, da Mina Mar Azul, da Vale, em Macacos, distrito de Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, entrou em alerta máximo para o risco de rompimento na noite desta quarta-feira (27/3). As sirenes na região foram acionadas. Esta é segunda vez que as sirenes são disparadas em pouco mais de um mês, e moradores da área de autossalvamento já haviam sido retirados de suas casas no dia 16 de fevereiro. 

O nível de segurança da barragem que estava em 2 foi alterado para 3. A orientação para a mudança do nível de alerta partiu da Agência Nacional de Mineração (ANM). De acordo com a agência, o nível 3 significa "rompimento ou risco eminente de romper". O fator de segurança não drenado não teria sido atingido, conforme a agência. 

Não houve rompimento e não haverá novas retiradas de moradores. Segundo a Defesa Civil, cerca de cinco mil moradores de regiões secundárias devem ser treinados nos próximos dias. São cerca de 2.900 moradores do distrito de Honório Bicalho, em Nova Lima; e 2.300 da cidade de Raposos, também na Região Metropolitana. 

Cerca de 250 pessoas já estão foram de suas casas desde o dia 16 de fevereiro. A Barragem B3/B4 tem aproximadamente 3 milhões de m³ de rejeito. A estrutura é a montante, mesmo modelo das de Brumadinho e de Mariana. 

A Vale afirmou que as sirenes serão tocadas de forma preventiva, pois auditores independentes disseram que não atestariam a segurança da estrutura. A empresa disse também que continua adotando medidas preventivas para aumentar a segurança da barragem.
Fonte: G1.

quarta-feira, 27 de março de 2019

BOLSONARO E MAIA VOLTAM A BATER BOCA.

Presidente voltou a fazer uma provocação ao deputado, que rebateu e disse que ele estava "brincando de presidir o país".
Em novo capítulo da crise política, o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, protagonizaram mais um embate público, agravando o mal-estar entre o Executivo e o Legislativo. 

Num contraponto à equipe ministerial e às lideranças do governo, que passaram a quarta-feira (27/3) tentando arrefecer o clima de incômodo e restaurar canais de diálogo, Bolsonaro voltou a fazer uma provocação a Maia, o que irritou novamente o deputado federal. 

Em entrevista à TV Bandeirantes, o presidente disse que Maia foi infeliz ao ter atacado o ministro da Justiça, Sergio Moro, e disse que o deputado está "um pouco abalado com questões pessoais que vêm acontecendo" em sua vida. 

Bolsonaro fazia referência ao incômodo de Maia com os pedidos de Moro para pautar o pacote anticrime e à prisão na semana passada do ex-ministro da Secretaria-Geral Moreira Franco, sogro do deputado. 

"Não tenho problema algum com o Rodrigo Maia. Nada, zero problema com ele. Ele está um pouco abalado por questões pessoais que vêm acontecendo na vida dele", disse. "Ele foi infeliz. Pelo que vi, já se acertou, quando fez uma crítica a Sergio Moro, dizendo que é meu funcionário. Aquilo ele levou pancada da mídia."  

Os comentários de Bolsonaro tiveram reação imediata de Maia, que, pela manhã, havia tentado colocar panos quentes na relação com o Planalto após a aprovação de emenda constitucional que diminui o poder do Executivo sobre as emendas de bancada. 

O presidente da Câmara disse que Bolsonaro está "brincando de presidir o país" e que está na hora de ele "parar de brincadeira". Segundo ele, "abalados" estão os brasileiros que aguardam que o governo federal "comece a funcionar". 

"São 12 milhões de desempregados, 15 milhões de brasileiros vivendo abaixo da linha da pobreza e o presidente brincando de presidir o Brasil", afirmou. "Agora, está na hora de a gente parar de brincadeira e está na hora de ele sentar na cadeira dele, de o Parlamento sentar aqui e a gente resolver em conjunto os problemas do Brasil", disse. 

"Se foi isso mesmo [que Maia falou] eu lamento, porque não é uma palavra de alguém que conduz uma Casa. É uma irresponsabilidade. A nossa forma de governar é respeitando todo mundo e o povo brasileiro. Não existe brincadeira da minha parte, muito pelo contrário. Até quero acreditar que ele não tenha falado isso", disse o presidente. 

Ele disse ainda que há uma "tentativa de envenenar" sua relação com o Congresso.
Fonte: Notícias ao Minuto.

TORITAMA-PE: MULHER FOI ASSASSINADA A TIROS.

VÍTIMA
Foto: Divulgação Blog do Adielson Galvão.
O crime aconteceu na manhã desta quarta-feira (27/3) no bairro Valentim na cidade de Toritama.

A vítima uma mulher identificada como "Fafá". Populares informaram que ouviram os tiros.

A Polícia Militar informou que em 18 de fevereiro deste ano, também na cidade de Toritama, um homem conhecido como "Pizza" foi assassinado. Ele era companheiro da mulher que foi assassinada hoje. A polícia investiga se tem algo em comum nos dois assassinatos.

O corpo da mulher foi encaminhado para o IML de Caruaru.

BOLSONARO DIZ QUE NÃO VAI JOGAR DOMINÓ COM LULA E TEMER NA CADEIA.

Presidente afirma que não fazer articulação da mesma forma que antecessores.
O presidente Jair Bolsonaro se encontrou com empresários na última terça-feira (26), em Brasília, e declarou que não tem intenção de mudar o comportamento que tem no que diz respeito à articulação política com o Congresso. 

O presidente disse mais uma vez que não pretende usar o que chamou de moldes tradicionais para negociar com deputados e senadores. "Não vou jogar dominó com o Lula e o Temer no xadrez", afirmou. 

Para Bolsonaro, parte do motivo pelo qual os dois ex-presidentes estão enfrentando dificuldades com a justiça é a forma como conduziram negociações enquanto estavam no governo. 

Quando esteve no Chile, na última semana, Bolsonaro já havia comentado a prisão de Michel Temer usando argumentos parecidos: "O que é articulação? O que está faltando eu fazer? O que foi feito no passado? Eu não seguirei o mesmo destino de ex-presidentes, pode ter certeza disso".  
Fonte: Notícias ao Minuto.

CELULAR COM QUEIXA DE ROUBO FOI APREENDIDO EM IBIRAJUBA-PE.

A ação policial aconteceu na tarde desta terça-feira (26/3).

Segundo informação o policiamento da 11ª CIPM, realizava rondas pela cidade, quando abordaram um homem de 33 anos. Ao verificar os dados do aparelho de celular utilizado pelo mesmo, foi constato que havia queixa de roubo no Sistema da Secretaria de Segurança do Estado.

Ainda segundo a polícia, o homem disse ter adquirido o aparelho em um estabelecimento comercial. Ele foi levado a delegacia e autuado em flagrante.


segunda-feira, 25 de março de 2019

O EX-PRESIDENTE MICHEL TEMER E MAIS CINCO FORAM SOLTOS NESSA SEGUNDA-FEIRA.

Para Antonio Ivan Athié, do TRF-2, prisão do ex-presidente pela Lava Jato não observou "garantias constitucionais".
A Justiça mandou soltar nesta segunda-feira (25/3) o ex-presidente Michel Temer (MDB) e o ex-ministro Moreira Franco, presos na última quinta-feira (21/3) a pedido do juiz Marcelo Bretas, da Operação Lava Jato no Rio. 

A prisão preventiva dos emedebistas foi revogada pelo desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região. 

A decisão de Athié também revoga a prisão preventiva do coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer, e outros cinco detidos na operação de quinta-feira. 

O desembargador do TRF-2 havia convocado para esta quarta-feira (27/3) o julgamento do pedido de habeas corpus do ex-presidente. 

"Ao examinar o caso, verifiquei que não se justifica aguardar mais dois dias para decisão, ora proferida e ainda que provisória, eis que em questão a liberdade. Assim, os habeas corpus que foram incluídos na pauta da próxima sessão, ficam dela retirados", escreve Athié em sua decisão. 

Ele afirma não ser contra a Operação Lava Jato, mas fala em "observância das garantias constitucionais". 
"Ressalto que não sou contra a chamada Lava Jato, ao contrário, também quero ver nosso país livre da corrupção que o assola. Todavia, sem observância das garantias constitucionais, asseguradas a todos, inclusive aos que a renegam aos outros, com violação de regras não há legitimidade no combate a essa praga."  

No pedido de prisão preventiva, Bretas usa por 19 vezes o verbo "parecer", no sentido de dúvida ou incerteza. O juiz menciona outras justificativas para a prisão preventiva que aparecem no Código de Processo Penal, mas não diz como esses fatos teriam ocorrido com Temer. 

Para o desembargador Athié, o que se tem até o momento "são suposições de fatos antigos". 
"Entretanto, os fatos que, de início na decisão se lhe "pareciam", viraram grande probabilidade. Todavia, mesmo que se admita existirem indícios que podem incriminar os envolvidos, não servem para justificar prisão preventiva." 

A prisão de Temer está relacionada com a delação de José Antunes Sobrinho, sócio da empreiteira Engevix. De acordo com ele, Moreira Franco ajudou a viabilizar repasses ilícitos para o MDB na campanha de 2014. Segundo o Ministério Público Federal, a Engevix pagou R$ 1 milhão em propina no fim daquele ano a uma empresa controlada pelo coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer. 

O Ministério Público Federal afirmou que chega a R$ 1,8 bilhão o montante de propinas solicitadas, pagas ou desviadas pelo grupo de Temer, que age há 40 anos, segundo a Procuradoria. 

A posição hierárquica de vice-presidente e depois presidente permite concluir "que Michel Temer é o líder da organização criminosa a que me referi", escreveu o juiz Bretas no pedido de prisão. 

A prisão ocorreu 79 dias depois de o emedebista deixar a Presidência. Temer, 78, é o segundo presidente a ser preso após investigação na esfera penal -o primeiro foi Luiz Inácio Lula da Silva. 

Vice de Dilma Rousseff (PT), Temer assumiu a Presidência em 2016 após o impeachment da petista e deixou o governo em dezembro como o presidente mais impopular desde o fim do regime militar. 
Fonte/Notícias ao Minuto.

GRAVATÁ-PE: JOVEM FOI ASSASSINADO DENTRO DE UM LAVA JATO.

VÍTIMA
Foto: Divulgação Blog do Adielson Galvão.
O crime aconteceu na tarde desta segunda-feira (25/3) em um Lava Jato que fica localizado na Rua Naturalista Farias Neves bairro Terreno do Banco em Gravatá-PE.

A vítima José Sterferson dos Santos Silva de 26 anos, conhecido como "Juninho".

Segundo as informações da Polícia Militar, a vítima foi morto dentro de um Lava-Jato, e até o momento não tem mais detalhes do assassinato.

MARCADO PARA ABRIL NOVO LEILÃO DA SEDE SOCIAL DO NÁUTICO.

Estádio dos Aflitos e garagem do remo alvirrubro também estão na lista para serem leiloados.
A sede social do Náutico, localizada na avenida Conselheiro Rosa e Silva, deverá passar maus uma vez por leilão. Por conta da flata de pagamentos de tributos federais em gestões passadas, o Timbu pode perder seu patrimônio. Esta será a segunda tentativa de venda em menos de um mês. A primeira aconteceria no dia 20 de março, mas foi suspensa graças a recurso do Alvirrubro na Justiça. Já a nova está marcada para o dia 12 de abril, às 16 horas.

O lance mínimo pedido era de R$ 100.000.000,00 (cem milhões de reais), mas o Náutico, através de seu departamento jurídico, conseguiu aumentar para R$ 200.000.000,00 (duzentos milhões de reais). A informação foi confirmada pelo vice-presidente jurídico do Náutico, Alexandre Carneiro.

Além disso, caso alguém arremate, esta pessoa não terá a posse do local. A dívida total do Náutico que originou a penhora está avaliada em R$ 6.223.281,28 (seis milhões, duzentos e vinte e três mil, duzentos e oitenta e um reais e vinte centavos). Este valor foi atualizado pela última vez no dia 13 de fevereiro de 2019.

Ao lado da sede social, a garagem do remo do Náutico, localizado na rua da Aurora, no bairro de Santo Amaro, também será leiloado. O local está avaliado em R$ 1.800.000,00 (um milhão e oitocentos mil reais). Para adquirir os dois patrimônios, o arrematante deve pagar como sinal um valor igual ou superior a da dívida do Timbu. O restante deve ser pago em até 60 parcelas.
Fonte: NE10.

PSL ESTÁ INSATISFEITO COM ARTICULAÇÃO POLÍTICA DE BOLSONARO.

A sigla defende que Bolsonaro mude de postura, ou os parlamenteares vão deixar de apoiá-lo.
O PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, está cada vez mais insatisfeito com a articulação política do governo. O motivo, segundo destaca a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, é porque os parlamentares afirmam arcar com o desgaste de defender o governo, mas não recebem nada em troca. A sigla defende que Bolsonaro mude de postura, ou os parlamentares vão deixar de apoiá-lo. 

O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), vai reunir a bancada na quarta-feira (27/3) para definir o que chama de nova postura em relação ao Planalto. 

Após o encontro, o partido prevê realizar uma reunião com Bolsonaro para discutir se a parceria é recíproca. “Não podemos assumir o papel de boi de piranha e de paredão de proteção do Planalto”, reclama um dos líderes da sigla. 

No entanto, parlamentares do PSL destacam que o partido não vai se opor à pauta do governo no Congresso, mas pleiteia um canal de diálogo permanente com Bolsonaro. 

Uma das defesas da ala é de que o presidente abra mais espaço para o PSL no governo. Um grupo de membros afirma que a deputada Bia Kicis (PSL-DF) tem potencial para ser indicada para o Ministério da Educação. Enquanto isso, o Planalto investe na ideia de que Bolsonaro irá ignorar os pedidos de parlamentares e manter o discurso de que não negocia sob o que chama de 'velha política'. 

Ainda de acordo com a coluna, líderes partidários dizem que o acirramento da crise indica que o governo precisa escalar um membro para dialogar com Bolsonaro. O general Augusto Heleno, do GSI, é apontado como capaz de influenciar o presidente.
Fonte: Notícias ao Minuto.

CHUVAS CAUSAM TRANSTORNOS NO AGRESTE DE PERNAMBUCO.

As cidades atingidas foram Agrestina, Cachoeirinha, Lagoa dos Gatos e São Bento do Una.
As fortes chuvas que caíram no interior do estado, neste fim de semana, causaram transtorno e prejuízos para moradores de várias cidades do agreste como Agrestina, Cachoeirinha, Lagoa dos Gatos e São Bento do Una. Nesta segunda-feira (25/3) a ordem da Prefeitura é contabilizar os prejuízos causados pelas chuvas. 

Muitos moradores das áreas Ribeirinhas tiveram que deixar suas casas. O Açude Velho, que fica na divisa de São Bento do Una e Capoeiras, começou a sangrar, o que não ocorria há vários anos. 

Altemar Pontes, secretário de Desenvolvimento Rural de São Bento do Una, e que está à frente da Defesa Civil, explica como foi a ação para tirar os moradores das áreas de risco. “Foram 46 casas invadidas pela água. Algumas famílias foram para casas de parentes e a prefeitura já tomou as devidas providências para as quatro famílias que ficaram desalojadas, já alugou as casas e está dando todo o suporte. Algumas pessoas que tiveram as casas invadidas já estão retornando para suas residências. Foi muita água, desde 2004 que a gente não via uma situação dessa”, explicou. 

Uma moradora que perdeu tudo conta que em poucos minutos sua casa foi invadida pelas águas. “Chegou um rapaz e falou que era para eu correr de lá, porque vinha muita água. Disse que se eu ficasse aqui, morreria. Com dez minutos a água tomou conta da minha casa, perdi tudo”, disse a moradora. 

A prefeita de São Bento do Una Débora Almeida tranquiliza a todos apesar do susto “Os nossos oitos anos de oração pedindo chuva foi muito forte. Foi muita água tanto na sexta-feira quanto no sábado. O Rio Una teve uma cheia muito grande, mas graças a Deus está todo mundo bem. Apesar do susto estamos felizes. São oito anos de seca. Perdemos muitas lavouras, temos muitos animais que as pessoas se sacrificam para buscar água para o gado”, disse a prefeita sobre a chuva. 

As chuvas também danificaram a mobilidade da cidade e a prefeita afirma que já estão trabalhando  para restabelecer a normalidade para a cidade. “Estamos agora em um momento de reconstrução. Agora o nosso trabalho é de reconstrução das estradas da Zona Rural que ficaram obstruídas, as pontes e limpezas das ruas. Nós não tivemos aulas hoje, justamente porque as estradas estão interrompidas. As fortes chuvas foram localizadas nas cabeceiras do Rio Una”, finalizou.
Fonte: NE10.

PERNAMBUCO JÁ REGISTRA 700 HOMICÍDIOS NO ANO DE 2019.

Somente nas últimas 24h, o estado registrou oito assassinatos, sendo cinco no interior e três na Região Metropolitana. 
O estado de Pernambuco chegou aos 700 homicídios no ano de 2019. Desse número, 378 aconteceram no interior e 322 na Região Metropolitana do Recife do dia 1° de janeiro até agora. 

sábado, 23 de março de 2019

CONTA DE ENERGIA EM PERNAMBUCO SERÁ REAJUSTADA NO FIM DE ABRIL.

Impacto no aumento será de 3,7% este e 1,2 em 2020. A redução é motivada pelo pagamento antecipado de empréstimo pela CCEE. 
amortização de empréstimos contraídos em 2014 pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) junto a oito bancos possibilitará um impacto de redução média de 3,7% nas tarifas de energia que serão pagas em 2019 pelo consumidor brasileiro; e de 1,2% em 2020. Em Pernambuco, o reajuste tarifário acontecerá no dia 29 de abril

Segundo a Aneel, o percentual a ser reduzido no reajuste da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) para os clientes do Estado só será definido pela agência no momento da análise tarifária. A Aneel, que define o cálculo e percentual do reajuste, vai anunciar o percentual depois de definição em reunião. Se o reajuste for de aumento, esse aumento será menor. 

O Ministério de Minas e Energia (MME), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e a CCEE concluíram as negociações com o grupo de bancos, públicos e privados, que resultaram em acordo que retira R$ 8,4 bilhões das contas de luz até o próximo ano. De acordo com a Aneel, cada distribuidora terá esse abatimento nas datas de seus reajustes, e o impacto pode variar conforme a empresa. 

Seis distribuidoras que já tiveram reajustes aprovados pela agência desde o fim do ano passado terão revisões extraordinárias para amenizar os aumentos: a Cepisa (Piauí), Ceron (Rondônia), Eletroacre, Energisa Borborema, e as duas distribuidoras fluminenses, a Light e a Enel Rio. 

Entre os bancos que concederam empréstimos estão instituições públicas (Caixa, Banco do Brasil, BNDES e Banrisul) e privadas (Bradesco, Itaú, Santander e Citibank). “Esse empréstimo, feito em 2014, seria amortizado até abril de 2020. Diante de condições administrativas identificadas, conseguimos antecipar a quitação desse empréstimo a partir de setembro de 2019. Essa quitação antecipada nos leva a uma atenuação da tarifa em 3,7% em 2019, e de 1,2% em 2020”, explicou o diretor-geral da Aneel, Andre Pepitone. 

Com a quitação antecipada da chamada Conta ACR - mecanismo de repasse de recursos às distribuidoras para a cobertura dos custos com exposição involuntária no mercado de curto prazo e o despacho de termelétricas entre fevereiro e dezembro de 2014 - será possível retirar os R$ 8,4 bilhões das contas de luz até 2020. 

Segundo Pepitone, R$ 6,4 bilhões serão retirados da tarifa de energia paga pelos consumidores em 2019; e outros R$ 2 bilhões sairão da tarifa em 2020 - valores que serão considerados para a definição do preço final das tarifas. “A materialização dessa decisão irá repercutir no processo tarifário de cada distribuidora de energia em seu aniversário contratual, ou seja, na data de reajuste de cada distribuidora de energia”, disse Pepitone, ao informar que as conversas para resolver o processo foram iniciadas em novembro e que só agora foi possível avançar para um acordo.  
Fonte: FolhaPE.

PREÇO DA GASOLINA SOBE PELA 4ª SEMANA E ACUMULA ALTA DE 3,5% EM UM MÊS.

Os dados são do levantamento semanal da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).
O preço médio do litro da gasolina comercializada em postos de combustível de todo o país fechou esta semana a R$ 4,319. Essa foi a quarta alta semanal do produto, que acumula um aumento de preço de 3,5% em um mês, já que, na semana de 17 a 23 de fevereiro, o litro era vendido a R$ 4,172. 

Os dados são do levantamento semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O óleo diesel, comercializado em média a R$ 3,54 por litro, registrou nesta semana sua quinta alta consecutiva e acumulou, no período, aumento de preços de 2,8%. 

O litro do etanol, que foi comercializado em média a R$ 2,969, também subiu pela quinta vez consecutiva, acumulando alta de 8,2% no período de cinco semanas. Já o preço do GNV (gás natural veicular) aumentou pela terceira semana, fechando em média a R$ 3,169 o metro cúbico, uma alta de 1% no período.
Fonte: Notícias ao Minuto.

sexta-feira, 22 de março de 2019

REMÉDIOS PODERÁ AUMENTAR ATÉ 4,3%.

O índice ainda não está confirmado, informou o Ministério da Saúde.
Os preços dos medicamentos poderão ser reajustados em até 4,33% a partir de 31 de março, segundo estimativa do Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos). O aumento está acima da inflação oficial de 2018, que fechou o ano em 3,75%, conforme apurado pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). 

O valor antecipado pela indústria é apurado com base em critérios de reajustes divulgados pela Cmed (Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos). O índice ainda não está confirmado, informou o Ministério da Saúde. Dificilmente, porém, a estimativa da indústria apresentará discordância em relação ao valor oficial. 

A diferença entre o aumento geral do custo de vida e o reajuste autorizado está relacionado a questões específicas do mercado de medicamentos, de acordo com o representante da indústria. 

O presidente do Sindusfarma, Nelson Mussolini, considera que o índice deste ano deverá repor os custos do ano passado, quando a alta do dólar encareceu a atividade do setor farmacêutico. "Em razão da alta concorrência, provavelmente os valores não serão repassados de maneira integral no varejo." 

O sindicato ainda argumenta que a inflação dos medicamentos fechou o ano passado em 1,63%, abaixo, portanto, do índice de reajuste autorizado pelo governo para 2018, que foi de 2,43%, na média. 

O índice de reajuste de 2019 deverá valer para todos os grupos de medicamentos, prevê o sindicato. Na maioria dos anos anteriores, o governo estabeleceu três diferentes percentuais, sendo o maior aplicado aos produtos mais ofertados no mercado. 

A adoção de três faixas para ajustar os preços depende do índice de produtividade do setor, conforme o padrão estabelecido pela Cmed. Como a produtividade apurada foi zero, o índice de reajuste deve ser linear. O Ministério da Saúde não confirma a adoção do índice único. 

O aumento de 4,33% foi calculado com base na inflação, da qual foi descontada a produtividade da indústria farmacêutica e à qual foram somados os custos de produção não captados pelo IPCA, como a variação cambial e os insumos.
Fonte: Notícias ao Minuto.

POST DO FILHO DE BOLSONARO CITANDO MORO FAZ MAIA 'EXPLODIR'

"Há algo bem errado que não está certo!", escreveu Carlos no Twitter.
Um post do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), na manhã desta quinta-feira, (21/3), fez o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), explodir quando já estava irritado ao saber da prisão de seu sogro, o ex-ministro de Minas e Energia Moreira Franco. Maia procurou interlocutores no governo que alertaram o presidente Jair Bolsonaro de que era preciso conter Carlos sob o risco de o deputado abandonar a articulação para aprovação da reforma da Previdência. 

Tudo porque o filho "zero dois" de Bolsonaro compartilhou, nas redes sociais, a resposta do ministro da Justiça, Sérgio Moro, à decisão de Maia de não priorizar o pacote anticrime, que prevê medidas de combate à corrupção. "Há algo bem errado que não está certo!", escreveu Carlos no Twitter. 

O texto acompanhava nota de Moro, divulgada na noite de quarta-feira, 20, rebatendo ataques de Maia à insistência em apressar a tramitação do projeto. "O povo brasileiro não aguenta mais", afirmou Moro. No Instagram, Carlos lançou uma dúvida: "Por que o presidente da Câmara está tão nervoso?" 

No sábado, (16/3), em um churrasco na casa de Maia, um interlocutor também já havia dito a Bolsonaro que ou ele dava "um basta" na guerra pelas redes sociais ou a situação ficaria complicada para o governo. O recado foi o de que até mesmo ele poderia ser considerado avalista das agressões virtuais. Bolsonaro respondeu que não tinha como controlar seus milhões de seguidores. 

Maia é o fiador da reforma da Previdência na Câmara e, se quiser, pode prejudicar a tramitação do texto. Até agora, o deputado também estava ajudando a construir a base aliada. 

No auge da irritação nesta quinta-feira, Maia disse que não entendia por que estava sendo atacado. "Estou aqui para ajudar. Se acham que estou atrapalhando, eu saio", avisou.
Fonte:Notícias ao Minuto.

quinta-feira, 21 de março de 2019

SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE-PE: RADIALISTA FOI MORTO A TIROS.


VÍTIMA
Foto: Divulgação Blog Agreste Violento.
O crime aconteceu na tarde desta quinta-feira (21/3) no bairro São Cristóvão em Santa Cruz do Capibaribe no agreste de Pernambuco.

A vítima o Radialista Claudemir Nunes. Ele foi assassinado por disparos de arma de fogo.

Segundo as informações, Claudemir havia saído da rádio 87 FM, onde trabalhava, quando foi abordado pelo criminoso que efetuou os disparos e fugiu.

Ainda não há informações a respeito da autoria e motivação do crime.

MINISTÉRIO PÚBLICO DIVULGA RANKING DE CIDADES PACIFICADAS: IBIRAJUBA FICA EM PRIMEIRO LUGAR.

Ibirajuba, no agreste de Pernambuco, é a cidade com o mais alto índice de pacificação, segundo dados do Ranking de Pacificação do projeto Cidade Pacífica, do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), divulgado nesta semana. A cidade é seguida por Cabrobó e Lagoa Grande, em segundo e terceiro lugar, respectivamente. Cabrobó oscilava entre o terceiro e o quarto lugar, tendo adotado diversas medidas para coibir a violência, alcançou a segunda posição.  O principal objetivo do ranking é informar o quanto cada município avançou após a adoção de medidas concretas, por parte dos gestores públicos, para reduzir os índices de criminalidade e aumentar a sensação de seguranças nos moradores. 

“Estamos investindo no apoio à população e aos governos municipais no combate à violência e no aumento da sensação de segurança junto ao cidadão. O MPPE cumpre seu compromisso de respaldar os gestores públicos sobre a eficiência de suas atitudes  com o Cidade Pacífica. Eles monitoram seu desempenho e se estimulam a melhorar para conseguir atingir uma boa posição no ranking”, afirma o coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Criminal (Caop Criminal), promotor de Justiça Luís Sávio Loureiro. Ainda segundo ele, dezenas de municípios pernambucanos estão em trâmite com o processo de adesão ao projeto. 

Na quarta e na quinta posição estão as cidades de Orocó e Petrolina. A primeira saiu da terceira posição, na primeira divulgação do ranking para a posição em que está hoje. Em sexto colocado está a cidade de Caruaru; em sétimo, Cahoeirinha; na oitava posição, Santa Maria da Boa Vista; em nona posição, Floresta; na décima, Altinho. Em 11ª está Bezerro; em 12º está o município de Escada; em 13º está Igarassu; em 14º a cidade de Gravatá, no Agreste; em 15º está Cupira

O ranking, que tem como base os dados de criminalidade divulgados pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE), quando é possível comparar o desempenho dos municípios logo após eles assinarem Termo de Cooperação Técnica para adesão ao Cidade Pacífica. Assim, se pode avaliar o quanto houve de mudança de um período a outro e o quanto cada município se esforçou para mudar seu cenário de insegurança

“É um projeto que está se espalhando por Pernambuco. Nós do MPPE defendemos que a sociedade pode contribuir para a sua própria pacificação. Não há como resolver o problema da violência sem contar com a participação popular. O Cidade Pacífica busca soluções de acordo também com as particularidades locais apontadas pelos moradores”, comentou o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros.

As medidas que as prefeituras apresentam para pontuarem no ranking são as seguintes: Guarda municipal pacificadora; Segurança nos estabelecimentos comerciais/bancários; Esporte pacificador/Cultura/Lazer; Mesa municipal de segurança; Proteção integrada pacificando escolas; Empresas solidárias; Transporte pacificador; Iluminação pacificadora; e Pacificando Bares e similares (operação Bar Seguro). 

MÉTODO - O Índice de Pacificação é representado numa escala de 0 a 5, onde 0 indica um município menos pacificado. Quanto mais próximo de 5, maior o nível de pacificação do município. O indicador é calculado a partir de uma média ponderada entre o CVLI (Crimes violentos letais e intencionais) e o CVP (Crimes violentos contra o patrimônio), a qual foram atribuídos os pesos de 80% e 20%, respectivamente. O índice possibilita gerar o ranking dos municípios com maior nível de pacificação. Também é possível comparar o desempenho dos municípios entre períodos diferentes e avaliar o quanto mudou de um período para o outro. Esse percentual de variação do índice de pacificação possibilita destacar o esforço de cada município em mudar o cenário da criminalidade.  

VEJA A CLASSIFICAÇÃO:
1 - IBIRAJUBA
2 - Cabrobó
3 - Lagoa Grande
4 - Oroco
5 - Petrolina
6 - Caruaru

Fonte: MPPE.

EX-PRESIDENTE MICHEL TEMER É PRESO PELA LAVA JATO.

Mandatos foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da Justiça Federal do RJ.
O ex-presidente da República Michel Temer foi preso na manhã desta quinta-feira (21/3) após pedido da força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro. Michel Temer é o segundo presidente a ser preso após ação na esfera penal -o primeiro foi Luiz Inácio Lula da Silva, em abril de 2018. 

Durante a República, outros presidentes foram presos apenas por crimes políticos, em meio a crises e golpes. O caso que mais se aproxima do caso de Lula e Temer, que tiveram tramitação na esfera judicial, aconteceu há quase 97 anos -trata-se da prisão de Hermes da Fonseca, que chefiou o Poder Executivo federal entre 1910 e 1914. 

A prisão tem relação com delação de executivo da empreteira Engevix, que envolveria propina para campanha eleitoral do ex-presidente da República. 

Ao ficar sem mandato neste ano, Temer perdeu a prerrogativa de foro perante o Supremo, e denúncias contra ele foram mandadas para a primeira instância da Justiça Federal. Recentemente, o ministro Luís Roberto Barroso deferiu pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República) para que se abram cinco novas investigações sobre o emedebista, que tramitarão na primeira instância. 

Temer foi denunciado em dezembro pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, sob acusação de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A denúncia decorreu de investigação aberta em 2017, na esteira da delação da JBS, sobre supostas irregularidades na edição do Decreto dos Portos, assinado por Temer em maio daquele ano. 

O contrato, de R$ 162 milhões, foi firmado pela multinacional AF Consult, que subcontratou a AF Consult do Brasil, que por sua vez tem a Argeplan em seu quadro societário. Ao lado da Argeplan, a empreiteira Engevix também foi subcontratada para a obra. 

AS 5 APURAÇÕES CONTRE TEMER

Reforma
Maristela, filha do presidente Michel Temer, e outros são suspeitos de lavagem de dinheiro por meio de reforma na casa dela, em São Paulo. Materiais foram pagos em dinheiro vivo pela mulher do coronel amigo de Temer.

Eletronuclear 
Coronel João Baptista Lima Filho é suspeito de pedir, com anuência de Temer, R$ 1,1 milhão a José Antunes Sobrinho, sócio da Engevix, no contexto de um contrato para a construção da usina de Angra 3.

Tribunal Paulista 
Suspeita de superfaturamento e de serviços não executados pelo consórcio Argeplan/Concremat, contratado por cerca de R$ 100 milhões para realizar obras no Tribunal de Justiça de São Paulo. Para PGR, Argeplan pertence de fato a Temer. 

Terminal PérolaSuspeita de contrato fictício, de R$ 375 mil, para prestação de serviço no porto de Santos. 

Construbase e PDAPDA, uma das empresas do coronel Lima que consta de relatórios de movimentação financeira atípica feitos pelo Coaf, recebeu da Construbase, em 58 transações, R$ 17,7 milhões de 2010 a 2015. 

Outro contrato suspeito, de R$ 15,5 milhões, é entre Argeplan e Fibria Celulose, que atua no porto de Santos.
Fonte: Notícias ao Minuto.

PESQUISA IBOPE APONTA QUE A APROVAÇÃO DO GOVERNO BOLSONARO CAI 15% DESDE JANEIRO.

Em pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência e divulgada nesta quarta-feira (20/3), a aprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro caiu na passagem de fevereiro para março. O levantamento foi realizado entre os dias 16 e 19 de março e ouviu 2.002 pessoas. A margem de erro é de dois pontos porcentuais.

Segundo a pesquisa, 34% dos brasileiros consideram boa ou ótima a atual gestão, contra 39% em fevereiro. Em relação ao levantamento de janeiro, a popularidade caiu 15 pontos percentuais (49% para 34%).

A pesquisa Ibope também mostra que a forma como Bolsonaro governa o País é aprovada por 51% dos entrevistados, queda de 16 pontos em relação a janeiro. Já a parcela dos que desaprovam a forma como o presidente governa o País passou de 21% no início do ano para 38%, um avanço de 17 pontos percentuais.

CONFIANÇA TAMBÉM CAIU.
Já a confiança dos brasileiros em relação ao governo Bolsonaro caiu 13 pontos percentuais desde janeiro. O levantamento mostra que 49% dos entrevistados disseram confiar no presidente. Em fevereiro essa fração era 55% e em janeiro 62%. Já a parcela dos que disseram desconfiar do presidente subiu 14 pontos, de 30% em janeiro para 44% em março.
Fonte: NE10/Rádio Jornal.

quarta-feira, 20 de março de 2019

LULA É INDICIADO POR LAVAGEM DE DINHEIRO.

O filho do ex-presidente também foi indiciado.
A Polícia Federal indiciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu filho, Luís Cláudio, por supostos crimes de lavagem de dinheiro e tráfico de influência. A investigação, que é abastecida pela delação da Odebrecht, mira pagamentos à empresa de marketing esportivo Touchdown, de propriedade de Luís Cláudio. Segundo a PF, a empresa teria recebido R$ 10 milhões em alguns anos "apesar de seu capital social de R$ 1 mil". 

A juíza da 4.ª Vara Criminal de São Paulo, Bárbara de Lima Issepi, remeteu o caso para uma das varas especializadas em lavagem de dinheiro. 

A investigação tem origem na delação de executivos ligados à Odebrecht. Eles afirmam que Lula teria mantido contato com a empreiteira para beneficiá-la no governo Dilma Rousseff, e, "como contrapartida, a empresa ficaria responsável por financiar projetos pessoais de seu filho, Luis Cláudio".

Consta nos autos que "a partir disso, Alexandrino Alencar (Odebrecht) teria procurado a empresa 'Concept', com o intuito de beneficiar a empresa de Luis Claudio, Touchdown, a desenvolver o futebol americano no Brasil. 

Em nota, o advogado Cristiano Zanin Martins, que defende Lula, afirmou que "o relatório produzido pela autoridade policial não tem qualquer implicação processual e muito menos afasta a garantia constitucional da presunção de inocência em favor do ex-Presidente Lula e de seu filho Luis Claudio. 

Trata-se de mero documento opinativo, com enorme fragilidade jurídica e distanciamento da realidade dos fatos, que dá sequencia ao 'lawfare' praticado contra Lula e seus familiares. 

Lula jamais solicitou ou recebeu, para si ou para terceiros, qualquer valor da Odebrecht ou de outra empresa a pretexto de influir em ato da ex-Presidente Dilma Rousseff ou de qualquer outro agente público. Tampouco teve qualquer atuação nas atividades da TOUCHDOWN, empresa de titularidade de seu filho Luis Claudio que organizava um campeonato nacional de futebol americano. 

Luis Claudio, por seu turno, comprovou serem mentirosas as afirmações de delatores da Odebrecht. A empreiteira jamais suportou os custos de fornecedores da TOUCHDOWN. Especificamente no caso do grupo CONCEPT, referido por tais delatores, Luis Claudio apresentou o contrato de prestação de serviços firmado com a TOUCHDOWN e comprovou ter feito todos os pagamentos dos honorários contratados e das despesas incorridas durante a prestação dos serviços. 

Espera-se que o Ministério Público Federal de São Paulo, a quem cabe a análise do material, siga a lei e encerre o caso em relação ao ex-Presidente Lula e a Luis Cláudio, tendo em vista que eles não praticaram qualquer ato ilícito." Com informações do Estadão Conteúdo.
Fonte: Notícias ao Minuto.

JUREMA-PE: JOVEM FOI ASSASSINADO A TIROS NA ZONA RURAL.

VÍTIMA
Foto: divulgação Agreste Violento.
O crime aconteceu na noite da terça-feira (19/2) No Sítio Gato, porém a polícia só foi informada na manhã da quarta-feira (20/3). 

A vítima o ex-presidiário Carlos Daniel Ângelo dos Santos, de 18 anos. Ele foi morto alvejado por um disparo de arma de grosso calibre, possivelmente espingarda 12 no rosto.

A polícia encontrou no bolso da vítima, quatro munições calibre 12 e um canivete.

O corpo foi encaminhado para o IML de Caruaru.

PESQUEIRA-PE: DOIS HOMENS FORAM MORTOS A TIROS.

VÍTIMAS
Foto: Divulgação NE10.
Dois irmãos foram assassinados na noite desta terça-feira (19/3) em frente a residência deles no centro de Pesqueira-PE.

De acordo com a Polícia Militar, eles estavam conversando no local quando um carro parou e quatro homens encapuzados e armados desceram. Os criminosos efetuaram vários disparos de arma de grosso calibre e revólver contra os irmãos e fugiram. As vítimas identificadas como Ademir Guedes Gomes, 40 anos, e Almir Gomes da Silva de 36 anos, foram atingidos na região do tórax. 

A Polícia Militar realizou buscas na área, mas não conseguiu localiza-los. A motivação e autoria do crime são desconhecidas.
Fonte: NE10

CAMOCIM DE SÃO FÉLIX-PE: NOITE VIOLENTA, TRÊS PESSOAS FORAM ASSASSINADAS. (Atualizada)

Três pessoas foram assassinadas na noite desta terça-feira (19/3) na cidade de Camocim de São Félix interior de Pernambuco.

O primeiro foi na Rua 5, no loteamento José Abilio. A vítima o ex-presidiário Claudecir José de Lima de 39 anos. 

Ele foi morto por elementos que chegaram em um carro a mataram ele a tiros.


O segundo homicídio foi na rua São Sebastião bairro do Mutirão.

A vítima Carlos Alberto Bezerra da Silva de 33 anos.

Ele estava caminhando quando quando foi surpreendido por indivíduos que estavam em um carro branco. 

A terceira vítima da noite violenta de Camocim de São Félix, foi a ex-presidiária Lucimere Helena de Lima de 30 anos, conhecida como "Merinha". Ele foi morta a tiros por dois elementos que estavam em uma motocicleta, que cobraram um dívida, ela afirmou que iria pagar, mesmo assim os indivíduos efetuaram diversos disparos de arma de fogo em desfavor de Merinha, que faleceu no local.

O corpos forma encaminhados para o IML de Caruaru.  

terça-feira, 19 de março de 2019

SEGUNDO PESQUISA, AUMENTA A REJEIÇÃO DO GOVERNO BOLSONARO.

Parcela da população que considera governo ruim ou péssimo subiu de 17% para 24%.
Pesquisa telefônica do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) realizada por encomenda da corretora XP Investimentos detectou aumento da desaprovação ao governo de Jair Bolsonaro (PSL) entre fevereiro e março, além de oscilação negativa na taxa de aprovação. 

A parcela da população que considera o governo ruim ou péssimo subiu de 17% para 24%, enquanto a que avalia a gestão como boa ou ótima passou de 40% para 37% - nesse caso, variação dentro da margem de erro da pesquisa, de três pontos porcentuais. 

A parcela que considera o governo Bolsonaro regular é de 32% - mesmo resultado do levantamento anterior. O saldo - diferença entre a avaliação positiva e a negativa - caiu de 23 para 13 pontos porcentuais. 

O Ipespe fez mil entrevistas por telefone, em todo o País, entre os dias 11 e 13 de março.
Fonte: Notícias ao Minuto.