quarta-feira, 3 de março de 2021

FELIZ ANIVERSÁRIO




Felicitamos hoje ao Vereador Ailson Alves da Silva (AILSON ALVES), pela passagem do seu aniversário.


PARABÉNS

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

VEREADORES DE IBIRAJUBA APROVAM PROJETO DE LEI DO PODER EXECUTIVO.

Em reunião realizada nesta quinta-feira (25/2), os vereadores aprovaram o projeto de Lei de n° 003/2021 de autoria do poder executivo municipal.

O projeto aprovado ontem altera o a Lei Municipal 185/2013, e se refere sobre a licença para desempenho de mandato classista por funcionários públicos do município. O projeto foi aprovado com 8 votos a favor.

Leia o projeto:
Na reunião também foi aprovado o requerimento do Vereador Jonas, que trata da compra de fardamento escolar.

Assista a reunião.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

COVID-19: PERNAMBUCO RECEBE MAIS 82 MIL DOSES DA VACINA DA ASTRAZENECA.

Anúncio foi feito, pelo secretario de saúde de Pernambuco.
Para dar continuidade ao plano de imunização contra a covid-19, Pernambuco recebeu, do Ministério da Saúde, na manhã desta quarta-feira (24/2), mais 82 mil doses de vacinas Oxford/AstraZeneca, importadas pela Fiocruz do Instituto Serum, na Índia, um dos centros produtores do imunizante. O anúncio foi feito pelo Secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, Ele informou que as novas doses beneficiarão o público de 80 a 84 anos em todo o Estado. "A distribuição começa a ser feita já hoje (quarta-feira), dia 24) ao municípios pernambucanos", disse Longo.

O secretario chamou a atenção, durante a entrevista, para a quantidade de pessoas a partir dos 80 anos internadas em vagas de terapia intensiva (UTI) no Estado. "Atualmente temos 160 idosos dessa faixa etária em leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) em Pernambuco. Precisamos cuidar desse público mais vulnerável", frisou Longo. Ele acredita que, com o avançar da imunização nesse grupo, será possível diminuir a frequência de adoecimento entre idosos e, consequentemente, o agravamento e os óbitos.

Além disso, André Longo informou que o Estado está na expectativa para receber mais 48 mil doses do CoronaVac. "Não sabemos se será ainda hoje". 

O lote de AstraZeneca recebido por Pernambuco, nesta quarta-feira (24/2), é o segundo de doses importadas da Índia. Em janeiro, o Brasil já havia recebido 2 milhões de doses do imunizante, e 84 milhões delas vieram para o Estado, a fim de vacinar o público a partir de 85 anos. O novo montante se soma aos 11,8 milhões de doses já distribuídas pelo governo federal para vacinar os brasileiros. As doses são entregues aos Estados, que, por sua vez, organizam a logística de envio aos municípios.
Fonte/JC.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

TERÇO DOS HOMENS DA PARÓQUIA DE SANTO ISIDRO COMPLETOU 15 ANOS.

PARABÉNS AO TERÇO DOS HOMENS DA PARÓQUIA DE SANTO ISIDRO.
* As máscaras de proteção, foram retiradas apenas para o registro fotográfico.
Embalado pelo Lema: "Mantendo acesa a chama da Fé", o movimento TERÇO DOS HOMENS da Paróquia de Santo Isidro, completou 15 anos.
A celebração da data aconteceu na noite desta segunda-feira (22/2) na Matriz de Santo Isidro, com a celebração da Santa Missa em ação de graças, celebrada pelo Padre Joseilson Gomes.
O Terço dos Homens foi fundando no ano de 2005, pelo Senhor Noé Galdino da Silva, que não época convidou alguns homens para rezarem o terço. Desde então o movimento só cresceu. No ano de 2010 a coordenação do movimento passou para o Carlinhos do Pai Eterno e para Geozivan, que com muita fé e perseverança vem conduzido o movimento.
A três anos atrás, o movimento criou o TERÇO DAS MULHERES, fortalecendo mais ainda o grupo que continua cada vez mais forte, se reunindo toda a segunda-feira na Matriz de Santo Isidro para rezarem o terço.

PREFEITA DO MUNICÍPIO DE IBIRAJUBA SE REUNIU COM O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO.

Na tarde desta segunda-feira (22/02), a prefeita do município de Ibirajuba MARIA IZALTA, acompanhada pelo Procurador Geral do município de Ibirajuba Dr. Antonildo Oliveira e a Assessora Jurídica Dra. Jessica Rodrigues, esteve reunida com o procurador Geral de Justiça do Estado de Pernambuco Dr. Paulo Augusto de Freitas Oliveira, onde foi discutido a atual situação do município de Ibirajuba. 

Na reunião também esteve presente o Secretário Geral do Ministério Público o Dr. Maviael de Souza Silva.

domingo, 21 de fevereiro de 2021

LAJEDO-PE: JOVEM FOI ASSASSINADO COM TIROS NA CABEÇA.

VÍTIMA
Foto: Divulgação Agreste Violento.
O crime aconteceu na madrugada deste domingo (21/2), no bairro Planalto na cidade de Lajedo, agreste de Pernambuco.

A vítima Daniel Barbosa da Silva Alves, de 21 anos morador da cidade.

Segundo as informações, o assassinato do rapaz ocorreu na madrugada. Moradores próximo ao local, informaram que escutaram barulho de tiros, mais ninguém prestou mais nenhuma informação.

Daniel que estava morando em Lajedo fazia poucos meses, foi executado por três disparos de arma de fogo na cabeça.

Até o momento não se sabe a motivação e autoria do crime. O corpo foi encaminhado para o IML de Caruaru. A delegacia de polícia de Lajedo irá investigar o caso.
Fonte: Agreste Violento.

FELIZ ANIVERSÁRIO




Felicitamos hoje a Prefeita do Município de Ibirajuba Maria Izalta Silva Lopes Gama (IZALTA), pela passagem do seu aniversário.


PARABÉNS

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

FELIZ ANIVERSÁRIO



Felicitamos hoje ao Padre JERÔNIMO, administrador paroquial da paróquia de Santo Isidro, pela passagem do seu aniversário.






PARABÉNS

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

GOVERNO E CONGRESSO FECHAM ACORDO PARA FUNDIR PROPOSTAS DE AJUSTE FISCAL E LIBERAR AUXIÍLIO.

 
O governo e lideranças partidárias fecharam um acordo nesta quinta-feira (18/2) que prevê a edição de uma MP (medida provisória) para liberar o auxílio emergencial, além da aprovação - já na próxima semana - de uma proposta unificada que trará medidas de ajuste fiscal. 

O plano foi construído em reunião de líderes partidários e em um encontro entre os ministros Paulo Guedes (Economia) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). 

Pelo acordo, serão fundidas as PECs (Propostas de Emenda à Constituição) Emergencial e do Pacto Federativo. Os dois textos tramitam no Senado desde o fim de 2019 e preveem, entre outros pontos, o acionamento de gatilhos de ajuste fiscal. 

A ideia do governo e da cúpula do Congresso é aprovar a emenda à Constituição até a próxima quinta-feira (25/2). Em seguida, seria editada a MP, que tem validade imediata e traria as regras para liberação do auxílio. 

Em breve pronunciamento na tarde desta quinta, o presidente do Senado disse que a aprovação da PEC não será uma contrapartida ao gasto com a assistência, mas sim um sinal de que o governo e o Congresso entendem ser necessário ter responsabilidade fiscal. 

"A aprovação permitirá criar uma cláusula de calamidade para que se tenha a brecha necessária para termos o auxílio emergencial no Brasil", disse. 

Pacheco não deu detalhes sobre o formato, valor ou número de parcelas do auxílio. A equipe econômica defende o pagamento de três (ou, no máximo, quatro) parcelas entre R$ 200 e R$ 250. 

Segundo o senador, o relatório da PEC será apresentado até a próxima segunda-feira (22/2). Lira, por sua vez, elogiou a harmonia entre Câmara, Senado e governo e afirmou que a reunião foi simbólica para tratar "dos assuntos que são importantes para o Brasil". 

"As PECs que tramitam no Senado, as que tramitam na Câmara e o auxílio emergencial, além das vacinas e da pandemia", disse. 

Sem citar a controvérsia envolvendo a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), Lira falou que todos os outros assuntos "são laterais." 

"A nossa democracia é forjada em firmeza de instituições e nós, com isso, demos aqui uma demonstração clara para toda a população de que enfrentaremos os problemas", ressaltou. 

"Eles se acomodam gradativamente com o tempo, mas as pautas que foram traçadas pelo governo federal, pela Câmara e pelo Senado continuarão firmes, sem obstáculos para que as suas discussões e aprovações aconteçam o mais rápido possível nas duas Casas."
Fonte: Folha de Pernambuco.

MAIS UM AUMENTO NOS COMBUSTÍVEIS.

Litro da gasolina nas refinarias acumula alta de 34,78% desde o início do ano. Já o diesel subiu 27,72% no mesmo período.
A Petrobrás anunciou nesta quinta-feira (18/2) mais um aumento dos preços médios de venda às distribuidores da gasolina e do diesel, que irão vigorar a partir de sexta-feira (19/2), segundo comunicado da estatal.

O preço médio de venda de gasolina nas refinarias da Petrobrás passará a se de R$ 2,48 por litro, refletindo aumento médio de R$ 0,34 por litro. Já o preço médio de venda de diesel passará a ser de R$ 2,58 por litro, refletindo aumento médio de R$ 0,34 por litro.

É a quarta alta do ano nos preços da gasolina, e a terceira no valor do litro do diesel. Em dezembro, o litro da gasolina custava em média R$ 1,84. Já o do diesel saía a R$ 2,02.

Nos postos, a gasolina está 5,8% mais cara desde a primeira semana do ano, vendida a R$ 8,833 na média, segundo pesquisa semanal da Agência Nacional de Petróleo. Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Já o diesel era vendido a um preço médio de R$ 3,875 o litro nas bombas. 
Fonte: G1.

PERNAMBUCO REGISTRA TERCEIRA MARCA MAIS ALTA DE CASOS DE COVID-19 EM UM ÚNICO DIA.

Prestes a chegar a 300 mil casos confirmados de Covid-19, Pernambuco registrou, nesta quinta-feira (18), a terceira marca mais alta de 
notificações de casos da doença em um único dia, com 2.226 infectados. Esse é ainda o maior total para 24 horas do ano de 2021 no Estado. 

O número desta quinta-feira (18/2) é mais baixo apenas do que o de outros dois dias durante a pandemia no Estado: 30 de dezembro de 2020, quando foram notificados 2.512 casos em 24 horas e 16 de maio de 2020, com 2.279 registros. 

Em 26 de janeiro de 2021, Pernambuco teve a segunda marca mais alta do ano: 2.124 casos, a quarta no total. E o dia 28 de novembro de 2020 completa o ranking dos cinco primeiros dias com mais casos, com 2.084 casos. Em resumo, das cinco marcas mais altas até aqui, quatro ocorreram nos últimos três meses e todas foram acima dos 2 mil casos diários.

Até esta quinta-feira (18/2), dia em que a campanha de vacinação completa um mês, Pernambuco acumula 287.066 casos confirmados da doença causada pelo coronavírus Sars-CoV-2.
Fonte: Folha de Pernambuco.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

FELIZ ANIVERSÁRIO



Felicitamos hoje ao Comunicador  CLEMILDO LIMA
, cofundador do do Ibirajuba Notícias, pela passagem do seu aniversário.





PARABÉNS

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

FELIZ ANIVERSÁRIO



Felicitamos hoje a Gestora da Escola Josefa Paulina de Souza ALVANIRES FRANKSUELLEN
, pela passagem do seu aniversário.




PARABÉNS

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

CONTRATAÇÃO DE CRÉDITO RURAL REGISTRA ALTA.

Reportagem: Janary Bastos Damacena.
Registrada alta na contratação de crédito rural para a safra 2020/2021 em relação ao mesmo período da safra anterior. Isso quer dizer que no período de julho do ano passado a janeiro deste ano, a contratação de crédito rural atingiu R$ R$ 135,3 bilhões, o que representa uma alta de 17%. De acordo com o Balanço de Financiamento Agropecuário da Safra 2020/2021, o crédito para investimento alcançou R$ 43,52 bilhões, R$ 72,7 bilhões para custeio, R$ 11,59 bilhões para comercialização e R$ 7,59 bilhões para industrialização. 

As aplicações de investimento ficaram em R$ 1,75 bilhão com contratações dos médios produtores (Pronamp), em R$ 9,72 bilhões para os pequenos agricultores (Pronaf) e para os demais produtores em R$ 32,05 bilhões. Os recursos da poupança rural aplicados nos financiamentos de investimento feitos pelos médios e pequenos produtores responderam, respectivamente, por 41% (Pronamp) e 46% (Pronaf). Os demais produtores respondem por 34% da contratação de investimento.
Fonte: Brasil 61.

PETROBRAS ANUNCIA AUMENTO NO VALOR DA GASOLINA, DIESEL E GÁS DE COZINHA.

Reportagem: Paulo Oliveira
A Petrobras anunciou um aumento de aproximadamente 8% no preço da gasolina vendida pelas refinarias às distribuidoras. Diante disso, o preço médio do litro do combustível subiu R$ 0,17 e passará a ser de R$ 2,25 a partir desta terça-feira (9/2). 

A estatal também aumentou o valor do diesel em cerca de 6%, o que corresponde a um acréscimo de R$ 0,13 por litro, e passará a custar R$ 2,24 também nesta terça. Já o GLP, também conhecido como gás de cozinha, aumentou cerca de 5%, o que equivale R$ 0,14 por kg. 

Em nota, a Petrobras afirmou que os valores praticados nas refinarias da empresa são diferentes dos percebidos pelo consumidor final. Além disso, ressaltou que até chegar ao consumidor os combustíveis têm diversos tributos e outros custos acrescidos em seu preço.
Fonte: Brasil 61.

FELIZ ANIVERSÁRIO




Felicitamos hoje ao Administrador do Ibirajuba Notícias CLEMILDO GALDINO, pela passagem do seu aniversário.


PARABÉNS

domingo, 7 de fevereiro de 2021

A COVID-19 DEIXA A MÚSICA POPULAR BRASILEIRA DE LUTO MAIS UMA VEZ.

O vocalista do GRUPO CARRAPICHO, Zezinho Corrêa morreu nesta sábado (6/2), vítima do Covid-19. O cantor de 69 anos estava internado desde o último dia 4 de janeiro em Manaus.

A notícia do falecimento do cantor foi feito pela família através das redes sociais. 

"A família Corrêa vem a público comunicar o falecimento do nosso amado cantor Zezinho Corrêa ocorrido neste sábado (6/2). Zezinho estava internado desde o dia 4 de janeiro no Hospital Samel. No dia 7 de janeiro foi transferido para o leito de UTI no Hospital PRontocord e lá estava lutando bravamente por sua vida, em decorrência das complicações da Covid-19, Deus quis levá-lo para sua morada eterna, e hoje nos deixou", dizia o comunicado. 

Durante o período de internação, ele chegou a apresentar melhoras e ficou com sedação mínima.

O grupo carrapicho estourou com a música "Tic Tic Tac" nos anos 1990, que trazia o refrão "bate forte o tambor eu quero é tic tic tac". A canção foi sucesso na Europa, após um produtor musical francês divulgar o hit entre os europeus.

José Maria Nunes Corrêia, natural da comunidade de Imperatriz, em Carauari, ficou conhecido nacionalmente e internacionalmente após o sucesso "Tic Tic Tac", na década de 1990, quando liderava a banda Carrapicho.

Antes de se dedicar à carreira de cantor, Zezinho também fez curso de formação de atores, no Rio de Janeiro, e estudou interpretação e dança Como ator, Zezinho Corrêa fez parte do Grupo de Teatro Experimental do Sesc. 

Zezinho também investiu em carreira solo, produzindo projetos musicais. Entre os destaques estão a sua participação no musical “Boi de Pano”, durante o Festival Amazonas de Ópera de 2000; a gravação do seu CD solo no ano de 2001, no Teatro Amazonas e a participação no musical de Natal “Ceci e a Estrela”, em 2017. 

No dia 21 de dezembro de 2020, o cantor subiu ao palco do Teatro Manauara com o show "Banho de Frevo - Zezinho Corrêa canta Elba Ramalho"; e no dia 28 de dezembro, o cantor participou do lançamento online do livro “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”, escrito pelo jornalista e produtor cultural Fabrício Nunes em homenagem à carreira de Zezinho. O lançamento foi transmitido do Centro Cultural Palácio Rio Negro.
Fonte: Internet.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2021

MOTO TOMADA DE ASSALTO NA ZONA RURAL DE IBIRAJUBA.

O o assalto aconteceu no final da tarde desta quinta-feira (4/1) no sítio Caiana, zona rural de Ibirajuba.

Segundo as informações, a vítima trafegava pela local em sua motocicleta vindo para a cidade, chegando em um cruzamento que fica no pé da ladeira da Caiana a vítima foi abordada por dois elementos armados que estavam a pé de tocaia no local. Quando passava pelo local os assaltantes pularam para o meio da estrado, obrigando a vítima a parar, anunciaram o assalto e subtraíram da vítima sua Motocicleta Honda Titan 160, ano 2016, com vermelho Cromo, placa PDU 7333, e o aparelho celular da vítima. 

Após o assalto os bandidos se evadiram do local, tomando rumo a cidade de Cachoeirinha. 

Moto que foi tomada de assalto.

AUTORIDADES DE IBIRAJUBA VÃO ATÉ A COMPESA PARA COBRAR SOLUÇÕES NO PROBLEMA DO ABASTECIMENTO DE ÁGUA DA CIDADE DE IBIRAJUBA.

Os vereadores por Ibirajuba Samuel da Associação e Dr. Gilvan juntamente com o Secretário de Agricultura Celso Justino também de Ibirajuba, estiveram reunidos nesta quinta-feira (3/1) na gerência regional da Compesa em Agrestina, buscando respostas soluções para o abastecimento de água da cidade de Ibirajuba que nos últimos meses está precária, havendo ruas que faz mais de 35 dias que não chega água nas torneiras.

Na reunião estiveram presentes o diretor da Compesa Luiz Filipe e Claudemir, que são os responsáveis pela Compesa em Ibirajuba.

Na Reunião o Luiz Filipe diretor da Compesa informou que
 está tendo problemas de vazamento na adutora entre Altinho e Ibirajuba na casa de 3 litros cúbicos (3.000 litros) por segundo. "Em Ibirajuba era para está chegando 8 litros cúbicos de água por segundo e só está chegando 5 litros causando grande prejuízo ao abastecimento de água na cidade", explicou Luiz Filipe. Ele disse ainda que já tem uma equipe da Compesa empenhada em descobri onde está ocorrendo esse problema o mais rápido possível.


Explicou também que já providenciou a mudança no calendário de abastecimento de Ibirajuba, passando de 4 para 5 dias com água em cada setor. "Constatamos que 4 dias de água em cada setor é muito pouco, por isso foi necessário fazer essa mudança no calendário,  que irá passar a funcionar da seguinte forma: 5 por 10, ou seja, cada setor irá passar 5 dias com água e 10 sem", Falou 

Luiz Filipe informou que a Compesa irá providenciar carros pipas para abastecer a residência dos clientes, enquanto não normalizar a situação da cidade. 

Ficou acertando também que a Compesa irá reabrir o escritório aqui em Ibirajuba a partir da próximo quarta-feira (10/2), para facilitar o atendimento da população da cidade. 
Por: Clemildo Galdino 

terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

CARNAVAL 2021: ALGUMAS CIDADES DE PERNAMBUCO SEGUEM O GOVERNO DO ESTADO E TAMBÉM CANCELARAM O PONTO FACULTATIVO DO CARNAVAL.

 Assim como as empresas, os municípios pernambucanos têm a liberdade de escolher entre suspender ou não o ponto facultativo nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro.
Após o Governo de Pernambuco suspender oficialmente o ponto facultativo de Carnaval 2021, confirmando o funcionamento normal das repartições estaduais durante a segunda, terça (15, 16 respectivamente), municípios do Estado estão divulgando, gradativamente, suas decisões, já que cada cidade tem a liberdade de escolher acompanhar ou não o posicionamento estadual.

O secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes, anunciou a decisão de âmbito estadual em coletiva de imprensa realizada na última quinta-feira (28/1), quando informou que o Governo do Estado, por meio do comitê de enfrentamento à covid-19, tomou este posicionamento com o intuito de evitar aglomerações, que contribuem para a disseminação da covid-19 neste momento em que Pernambuco sofre com a alta no contágio.

Novaes argumentou ainda que o carnaval não era feriado antes mesmo da pandemia, tendo em vista que a gestão estadual decretava ponto facultativo na segunda e terça. "Os feriados previstos em lei. E o Carnaval não era feriado mesmo antes da pandemia. Por isso, cada Estado pode deliberar da sua maneira. Pernambuco é o 15° Estado a suspender o ponto facultativo desses dois dias (segunda e terça-feira gorda)", explicou, na ocasião. 

A iniciativa privada, por sua vez, pode escolher se vai funcionar ou não no período. Antes da pandemia, as empresas geralmente optavam por seguir o serviço público, dando folga aos seus funcionários por conta da movimentação em prol da festa, que alterava todo o funcionamento das cidades. Agora, por conta da suspensão do Carnaval, o cenário dever ser outro.

Assim como as empresas, os municípios pernambucanos também têm a liberdade de escolher entre suspender ou não o ponto facultativo. Veja as cidades que já divulgaram a decisão até agora:

• PETROLINA
• CARUARU
• GARANHUNS
• NAZARÉ DA MATA
• BEZERROS
Fonte: JC.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

RODRIGO PACHECO É ELEITO PRESIDENTE DO SENADO.

Rodrigo Pacheco, (DEM-MG), foi eleito o novo presidente do Senado Federal, com 57 votos. A candidata Simone Tabet (MDB-MS), teve 21 votos.

Para presidir a Casa, o candidato precisaria obter maioria absoluta dos votos da composição da Casa, ou seja, 41 votos. Dos 81 senadores, 78 votaram - três não puderam comparecer.

A votação foi feita por cédulas de papel, de forma secreta. Os locais para votação foram distribuídos em lugares distintos para evitar aglomerações.

A votação que, a princípio, tinha cinco candidatos, passou a ter dois candidatos após a retirada de candidatura de Jorge Kajuru (Cidadania-GO), Lasier Martins (Podemos-RS) e Major Olimpio (PSL-SP). Com a desistência, o pleito foi disputado por Simone Tabet (MDB-MS), e Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

O senador Major Olímpio (PSL-SP) desistiu da candidatura à presidência do Senado e, em discurso na sessão de eleição decidiu que iria apoiar Simone Tabet.

O senador Jarbas Vasconcelos (MDB) não compareceu à votaçaõ por causa de sintomas gripais e não pode dar seu voto para composição da Mesa Diretora do Senado Federal. O emedebista foi orientado a não viajar a Brasília.
Fonte: Folha de Pernambuco.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

CARNAVAL 2021: EMPRESÁRIOS APOIAM SUSPENSÃO DO PONTO FACULTATIVO NO CARNAVAL DE PERNAMBUCO.

M
ais cedo, o governador de Pernambuco Paulo Câmara cancelou ponto facultativo e que semana de trabalho normal no Carnaval.

Em nota, o Movimento Pró-Pernambuco (MPP) avaliou como assertiva e efetiva a medida tomada pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em Pernambuco que confirmou, em coletiva online na tarde desta quinta-feira (28/01), que não haverá ponto facultativo para os servidores públicos nos dias previstos para acontecer o Carnaval de 2021 - entre 13 e 17 de fevereiro.

A decisão foi tomada para frear as aglomerações naquele período, um dos mais importantes do calendário estadual, evitando a ampliação do contágio pela Covid-19 e o consequente aumento de casos da doença no Estado.

As festividades deste ano já haviam sido canceladas desde dezembro passado, com base no atual momento epidemiológico em Pernambuco.

O presidente do MPP, Avelar Loureiro Filho, declarou que vai buscar apoio de mais entidades de classes para integrar a decisão do Governo do Estado.

"Já estamos entrando em contato com as prefeituras e vamos solicitar apoio aos representantes dos bancos, do comércio, da indústria. Foi uma decisão assertiva e efetiva diante do aumento de casos da Covid-19", disse Avelar. 

"Não há ambiente para aglomerações. Vamos buscar apoio da Confederação Nacional do Comércio, da Confederação Nacional da Indústria para que revoguem o feriado bancário na segunda-feira e terça-feira de carnaval", acrescentou o presidente do MPP. 
Fonte: NE10/Blog do Jamildo.

MUNICÍPIOS IRÃO RECEBER MAIS DE 3 BILHÕES DE REAIS NESTA SEXTA-FEIRA (29/1)

Nesta sexta-feira (29/1), os municípios brasileiros recebem a terceira e última parcela deste mês, referente ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que está avaliado em R$ 3,2 bilhões.
Reportagem: Janary Bastos Damacena
Nesta sexta-feira (29), os municípios brasileiros recebem a terceira e última parcela deste mês, referente ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que está avaliado em R$ 3,2 bilhões de reais. Deste valor já está descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que é analisado pela  Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Como um crescimento de 5,9% em relação ao mesmo período do ano passado, sem considerar os efeitos da inflação. 

Para compreender melhor sobre esses recursos enviados pelo governo federal, é preciso saber que parcela das receitas federais arrecadadas pela União são repassadas aos estados, aos municípios e ao Distrito Federal. O rateio da receita é oriundo da arrecadação de impostos entre os entes federados e representa um mecanismo para amenizar as desigualdades regionais como, por exemplo, a falta de arrecadação municipal. 

Desta forma, o objetivo desses repasses instituídos pela Constituição Federal é promover o equilíbrio socioeconômico entre todas as unidades federativas do País. Dentre as principais transferências da União, o FPM é um dos mais importantes. E é isso o que explica o consultor da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Eduardo Stranz. 

“Essa é a única transferência constitucional que existe no Brasil, que tem um caráter de redistribuir renda. Um município pequeno e pobre recebe mais FPM do que um município rico. Isso porque o FPM é a receita para a manutenção do poder público. Aquele município pequeno e pobre, vai ter no FPM sua principal receita”, detalhou o consultor. 

A tarefa de cumprir os dispositivos constitucionais cabe ao Tesouro Nacional, um órgão da administração pública direta, integrante do organograma do Ministério da Economia do Brasil. Isso significa que é atribuição do Tesouro Nacional efetuar as transferências desses recursos aos entes federados, nos prazos legalmente estabelecidos. 

Como curiosidade, vale a pena destacar aqui que o decreto que criou a Secretaria do Tesouro Nacional foi publicado em 1986, com objetivo de ser um dos órgãos centrais de planejamento, coordenação e controle financeiro do País, além de responsável pela contabilidade. Assim, vários sistemas da administração pública surgiram nestes 35 anos e são administrados pelo Tesouro Nacional. 

É relevante destacar, ainda, que nos últimos 13 anos a União dividiu entre estados e municípios mais um trilhão de reais, segundo dados do Tesouro Nacional. Diante de um contexto histórico como esse, a forma como esses recursos são distribuídos faz diferença na vida das populações mais carentes, com menor arrecadação municipal. Essa equação é analisada como positiva pelo economista e professor da Universidade de Brasília (UNB), Roberto Piscitelli. 

“A esses fundos aplicam-se coeficientes que são calculados pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e são fundos aplicáveis aos municípios segundo as faixas em que eles se distribuem. Essas faixas obedecem a dois critérios: composição de índices que decorrem do cálculo da população de cada município e do inverso da sua renda per capita. Isso tem um efeito redistributivo na medida em que rendas per capitas menores geram coeficientes mais elevados. Por tanto, ajudam a equalizar a distribuição de recursos no território nacional”, descreveu o professor. 

Ao considerarmos o acumulado deste ano, o total repassado a esses entes federativos apresentou crescimento de 20,76% em termos nominais (sem considerar os efeitos da inflação), no que se refere ao mesmo período de 2020. Mesmo com essa tendência de crescimento, a Confederação Nacional de Municípios orienta aos prefeitos prudência na gestão dos recursos, principalmente em razão do atual cenário da pandemia pela Covid-19. 

Um ponto relevante sobre essa distribuição é que um País do tamanho do Brasil possui entraves para facilitar a descentralização de recursos da União até eles chegarem à outra ponta: as cidades. Quem explica melhor é o presidente da Associação Brasileira das Secretarias de Finanças das Capitais (Abrasf), Vitor Puppi, que também é secretário municipal de Finanças de Curitiba (PR). 

“Mesmo que a distribuição seja maior para municípios com menor arrecadação própria do que para os grandes, e quando falo isso me refiro ao número de pessoas, é um recurso importante para todas as cidades brasileiras. Além disso, o FPM pode servir de base para a distribuição de outros recursos no País. E nisso há uma certa crítica por parte de algumas cidades sob a alegação de que essa forma de distribuição pode fazer o dinheiro não chegar em localidades onde é mais necessário”, salientou Puppi.
Fonte: Brasil 61.

SEMANA DE CARNAVAL SERÁ UMA SEMANA NORMAL DE TRABALHO EM PERNAMBUCO.

O governador Paulo Câmara determinou que fosse cancelado o ponto facultativo nas repartições públicas estaduais na segunda e terça de carnaval.

Em vez de ser uma semana de festa e folia, vai ser uma semana de trabalho. 

O governador Paulo Câmara já havia anunciado em 17 de dezembro a suspensão da festa, como forma de conter a propagação da doença, o que já era esperado.

Apesar da suspensão da folia de Momo parecer óbvia, muitos ainda estavam em dúvida se além da festa, o feriado também seria suspenso. Não mais.

De acordo com fontes do governo, a intenção do governador Paulo Câmara é evitar aglomerações e também superlotação nas praias no período.

A medida dever ser tornada pública nesta tarde, quando os secretários André Longo (Saúde) e Rodrigo Novaes (Turismo e Lazer) e a secretaria executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, falam com a imprensa local, no Campo das Princesas, por videoconferência.

No meio turístico, a medida não deve ser vista como crítica porque o que interessa é o turista que vem de fora, embora outros estados já tenham adotado medida semelhante. A avaliação entre os empresários é que os recifenses vão para destinos como Pipa, no Rio Grande do Norte.

A principal preocupação no Estado é com os riscos de recrudescimento da segunda onda do coronavírus no Estado.
Fonte: NE10/Blog do Jamildo.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

TCU APONTA ILEGALIDADE EM USO DE DINHEIRO DO SUS PARA DISTRIBUIR CLOROQUINA E COBRA PAZUELLO.

Auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União) apontou ilegalidade no uso de recursos do SUS para fornecimento de cloroquina e hidroxicloroquina a pacientes com Covid-19, prática adotada pelo governo de Jair Bolsonaro (sem partido). A política foi implementada pelo ministro da Saúde, o general da ativa Eduardo Pazuello. 

Diante da conclusão da área técnica do TCU, o ministro Benjamin Zymler, relator do processo, determinou que o Ministério da Saúde explique em cinco dias úteis sua posição em relação ao uso de cloroquina por pacientes com Covid-19. O despacho foi expedido na última sexta-feira (22/1). 

A explicação deve ocorrer porque Pazuello adotou, nos últimos dias, posição "contraditória" sobre o que o ministério vem fazendo em relação à cloroquina, conforme o despacho do ministro do TCU. A pasta também deve explicar quem pôs no ar o aplicativo TratCOV, que orientava o uso indiscriminado do medicamento. 

Não há comprovação científica sobre a eficácia da cloroquina no tratamento precoce de pacientes com Covid-19. Mesmo assim, Bolsonaro e Pazuello apostaram nela como saída para a pandemia. 

Só em um caso mais recente, de crise na rede de saúde em Manaus e esgotamento de oxigênio nos hospitais, o Ministério distribuiu 120 mil comprimidos de hidroxicloroquina na cidade. O que as unidades de saúde precisavam, como dito em diversas alertas ao ministro, era de oxigênio. Pacientes morreram asfixiados. 

Pazuello é formalmente investigado num inquérito pedido pela PGR (Procuradoria-Geral da República) e aberto por determinação do STF (Supremo Tribunal Federal). Ele é suspeito de prática de crimes pelo que ocorreu em Manaus, e precisará prestar depoimento à PF (Polícia Federal). 

No TCU, a área técnica compreendeu que a distribuição de cloroquina pelo SUS é ilegal. Seu parecer foi transcrito no despacho de Zymler. 

"Como não houve manifestação da Anvisa acerca da possibilidade de se usar os medicamentos à base de cloroquina para tratamento da Covid-19 e tampouco dos órgãos internacionais antes mencionados (as 'Anvisas' de outros países), verifica-se não haver amparo legal para a utilização de recursos do SUS para o fornecimento desses medicamentos com essa finalidade", cita o documento. 

Os auditores afirmam que o uso da cloroquina só poderia ocorrer "off label", ou seja, fora do que prevê a bula do medicamento. E, para que um medicamento "off label" seja fornecido pelo SUS, é preciso haver autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). 

Na pandemia, a Anvisa permitiu importações excepcionais de medicamentos, desde que aprovados por "Anvisas" de outros países. "Essas autoridades sanitárias também não aprovaram o uso de medicamentos à base de cloroquina para tratamento da Covid-19", diz o TCU. 

O tribunal diz ainda que a própria orientação do Ministério para tratamento precoce cita a falta de evidências científicas sobre o êxito de medicamentos do tipo. "A nota informativa (do ministério) não possui os requisitos para se constituir em um protocolo clínico ou diretriz terapêutica", afirma. 

A área técnica do TCU recomendou que a nota do Ministério, elaborada na gestão de Pazuello, seja submetida à Anvisa, "a fim de que ela se manifeste sobre a autorização ou não do uso off label da cloroquina e hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19". 

Ao decidir pedir uma "posição oficial" do Ministério sobre o assunto, Zymler apontou as contradições recentes de Pazuello, que disse não indicar medicação para o combate à Covid-19, e sim que as pessoas procurem por "atendimento precoce". 

"As manifestações do titular da pasta são contraditadas pelos documentos emitidos pelo ministério, os quais indicam os medicamentos a serem utilizados, com as respectivas posologias, para o tratamento da Covid-19", afirmou

Outro "ponto de realce", conforme o ministro, foi o lançamento do TratCOV pelo Ministério, aplicativo que estimulava a prescrição indiscriminada de cloroquina. "Possivelmente, em razão das críticas sofridas, o aplicativo não se encontra mais acessível na internet", disse Zymler. 

A Anvisa confirmou que não deu autorização para uso "off label" da cloroquina. O órgão disse, por meio da assessoria de imprensa, que se manifestou no sentido de que essa era uma atribuição do médico, em discussão com o paciente. E que nenhum laboratório pediu a inclusão dessa indicação. 

Na reunião que deu as primeiras autorizações para uso emergencial das vacinas contra o novo coronavírus, diretores da Anvisa deixaram claro não haver opção de tratamento precoce para a Covid-19.
Fonte: Folha de Pernambuco.

LÍDERES RELIGIOSOS DO BRASIL PEDEM IMPEACHMENT DE JAIR BOLSONARO.

 Os Religiosos defendem que o chefe de Estado agiu com desprezo pela vida dos cidadãos brasileiros, retirando-lhes o direito à saúde.
Líderes religiosos entraram hoje com um pedido de impeachment contra o Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por negligência no combate à covid-19, num documento assinado por 380 pessoas, entre as quais bispos e pastores. 

O pedido foi entregue nesta terça-feira (26/1) à Câmara dos Deputados, que deverá analisar esta e as outras 61 solicitações já apresentadas. 

Entre os signatários do documento estão bispos, padres católicos, anglicanos, luteranos, metodistas e também pastores. O pedido tem apoio do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil, da Comissão Brasileira Justiça e Paz da Confederação Nacional de Bispos do Brasil (CNBB) e da Aliança de Batistas do Brasil. 

O bispo primaz da Igreja Anglicana do Brasil, Naudal Alves Gomes, a presidente da Aliança de Batistas do Brasil, Nívia Souza Dias, e os teólogos Lusmarina Campos Garcia, Leonardo Boff e Frei Betto fazem parte da lista de cidadãos que pedem a saída de Bolsonaro da Presidência. 

Os religiosos defendem que o chefe de Estado agiu com desprezo pela vida dos cidadãos brasileiros, retirando-lhes o direito à saúde. Os signatário alegam que Bolsonaro infringiu assim diversos artigos da Constituição Federal. 

"Uma parcela da igreja deu um apoio acrítico e incondicional ao Bolsonaro independentemente do discurso que ele defendia. Queremos mostrar que a fé cristã precisa ser resgatada e que a igreja não é um bloco monolítico", disse à imprensa o teólogo Tiago Santos, um dos autores do pedido de destituição. 

"A motivação principal deste pedido está relacionada à ausência total de iniciativas da parte do Governo para diminuir e conter os impactos da pandemia de Covid-19. O caos em Manaus é o sufoco do país inteiro, que neste momento tem população abandonada porque temos um Governo que nega o direito à vida", defendeu por sua vez a pastora e representante do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs, Romi Márcia Bencke. 

Enquanto candidato presidencial, em 2018, Jair Bolsonaro teve como uma das suas principais bases de apoio entidades cristãs, principalmente evangélicas. 

Contudo, desde que assumiu o mandato, o chefe de Estado e líderes religiosos foram divergindo em alguns pontos-chave da sua gestão, como a discussão sobre a posse e porte de armas de fogo no país. 

"Temos a consciência de que nem todas as pessoas das nossas igrejas são favoráveis a este ato que estamos fazendo [pedido de impeachment], mas é importante destacar essa pluralidade e as contradições que existem no âmbito do Cristianismo. Nem todo Cristião é bolsonarista", acrescentou a pastora Romi Márcia Bencke. 

Bolsonaro tem sido alvo de vários pedidos de impeachment desde o início do seu mandato, em 2019. Até ao momento, foram apresentados mais de 60 pedidos contra o Presidente, segundo a Câmara dos Deputados, instituição que deverá analisar essas solicitações.
Fonte: Notícias ao Minuto.

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

DORIA CHAMA BOLSONARO DE OPORTUNISTA.

Após meses trabalhando contra o que chamava de "vacina chinesa do João Doria", o presidente Jair Bolsonaro passou a tentar surfar a existência do imunizante Coronavac, para irritação do governador tucano de São Paulo. 

"Além de negacionista e terraplanista, [Bolsonaro] agora se tornou também um oportunista", disse o governador à reportagem. 

O anúncio de que o envio de 5.400 litros do princípio ativo da Coronavac da China para o Instituto Butantan, feito por Bolsonaro nesta segunda (25), contrariou o governo paulista. 

Afinal de contas, a notícia havia sido dada na quarta passada (20/1) pelo diretor do Butantan, Dimas Covas. A fala de Bolsonaro foi vista como hipócrita por integrantes da cúpula do governo paulista. 

Em nota posterior, Doria afirmou que "não é verdade" a versão federal. "Todo o processo de negociação com o governo chinês foi realizado pelo Butantan e pelo governo de São Paulo, que vem negociando com os chineses a importação de vacinas e insumos desde maio do ano passado." 

O texto lembrou que quatro carregamentos de vacinas e insumos chegaram a São Paulo enquanto Bolsonaro dizia que não iria adquirir a Coronavac, o que acabou fazendo no começo do ano. 

"O Instituto Butantan informa que houve autorização do governo chinês para o envio dos insumos. Eles não estão no aeroporto conforme equivocadamente publicado pelo presidente da República, mas sim nas instalações da Sinovac, em Pequim", disse Doria. 

Membros do governo estadual identificaram uma ação de governo coordenada, com o vídeo divulgado pelo ministro Eduardo Pazuello (Saúde) basicamente clamando para o governo federal o mérito da liberação dos insumos. 

A ação veio depois que Doria divulgou, em entrevista coletiva, que iria ter notícias sobre o envio da matéria-prima da vacina do Butantan após uma reunião com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, nesta terça (26/1). 

Bolsonaro, derrotado sucessivamente pelo tucano na chamada guerra da vacina, foi mais rápido desta vez e buscou faturar em cima de algo previsível. A China pode ter dificultado as coisas burocraticamente, mas segundo diplomatas não iria impedir o envio dos insumos. 

A mudança de orientação de Bolsonaro, depois de meses de negação da gravidade da pandemia, é notada no mundo político como um sinal de desespero. 

A popularidade do presidente no momento de agravamento da crise e início da vacinação no país com a patronagem de Doria e sua Coronavac caiu. 

Sua popularidade se inverteu: a aprovação a Bolsonaro caiu de 37% para 31% de dezembro pra cá, enquanto a rejeição subiu de 32% para 40% no período. 

Isso ocorre enquanto aumentam as discussões acerca de um eventual impeachment do presidente devido à sua incúria na condução da crise sanitária. A falta de oxigênio em Manaus e as trapalhadas em torno da vacinação são os motivos citados por opositores. 

Doria, por sua vez, melhorou sua posição por apostar forte na Coronava. Sua atuação na pandemia é melhor do que a de Bolsonaro para 46% dos brasileiros, enquanto 28% veem o presidente como mais empenhado. 

Isso levou ao movimento atual do Planalto de reação a Doria, restando saber se haverá ressonância à versão divulgada.
Fonte: Notícias ao Minuto.

Pesquisar este blog