Pesquisar este blog

quarta-feira, 19 de junho de 2019

SENADO APROVA PROJETO QUE ANULA DECRETO DE ARMAS DE BOLSONARO.

Com 47 votos favoráveis e 28 contrários, o plenário do Senado Federal aprovou na noite desta terça-feira (18/6) o projeto legislativo que susta o decreto de armas do presidente Jair Bolsonaro. A ampliação da posse e do porte de armas foi uma das principais bandeiras da campanha eleitoral do presidente, no ano passado. O texto segue para análise da Câmara.

O projeto contrário ao decreto de Bolsonaro foi apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues, líder da minoria, após a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) rejeitar, no último dia 12,  um parecer de Marco Val que era favorável ao texto de Bolsonaro.

Desde o último fim de semana, o presidente tem feito publicações nas redes sociais em defesa do decreto de armas. Em uma delas, pediu que os eleitores pressionassem os senadores para manter o texto original.

Primeiro, ainda em janeiro, foi ampliada a posse de armas. Em maio, Bolsonaro publicou o decreto que aumentava de 50 para 5 mil o número de munições que o proprietário de arma de fogo pode comprar anualmente. Além disso, concedia o porte a 20 categorias, entre elas advogados residentes em área rural e caminhoneiros.

Cerca de dez dias depois, Bolsonaro publicou uma alteração no decreto, mudando mais de 20 pontos do texto original, segundo informação do Planalto, Foi vedado, após críticas, o porte de armas como fuzis ao cidadão comum.
Fonte: NE10/Blog do Jamildo.