sexta-feira, 21 de maio de 2021

EX-DEPUTADO JEAN WYLLYS ANUNCIA FILIAÇÃO AO PT.

Durante a entrevista, Wyllys demonstrou entusiasmo com desempenho de Lula nas pesquisas eleitorais e disse que a esquerda precisa se unir para derrotar o presidente Jair Bolsonaro.
A
pós cerca de onze anos no partido, o ex-deputado federal Jean Wyllys, anunciou, nesta quinta-feira (20/5), a sua saída do PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) e a filiação ao PT (Partido dos Trabalhadores).

Um evento on-line para o anúncio oficial está previsto para ocorrer na próxima segunda-feira (24/5). O ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff devem participar do encontro virtual. 

"Só quero saber do que pode dar certo. Não tenho tempo a perder", resumiu ele, nas redes sociais. O PT, por sua vez, deu as boas vindas ao novo integrante do partido. 

Durante a entrevista, Wyllys demonstrou entusiasmo com desempenho de Lula nas pesquisas eleitorais e disse que a esquerda precisa se unir para derrotar o presidente Jair Bolsonaro. 

"As pesquisas mostram que Lula é o único capaz de tirar Bolsonaro do poder. Agora é hora formar uma frente democrática, não fragmentá-la", avaliou. 

Em 2019, Wyllys decidiu abrir mão do novo mandato legislativo devido a quantidade de ameaças que vinha recebendo. Segundo ele, o número de mensagens hostis aumentou consideravelmente depois do assassinato de sua correligionária Marielle Franco, em março de 2018. Desde então, o então parlamentar vivia sob escolta policial. 

Após deixar o cargo, Wyllys decidiu morar fora do Brasil, mas o seu paradeiro se tornou uma incógnita durante algum tempo. Agora vive na Espanha, onde se dedica ao doutorado em Ciências Política na Universidade de Barcelona.
Fonte: Notícias ao Minuto.

Pesquisar este blog