Pesquisar este blog

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

PRESIDENTE DA REPÚBLICA IRÁ GASTAR 42,15 BILHÕES PARA MELHORAR IMAGEM.

Palácio do Planalto apostará na estratégia de comunicação para passar uma mensagem de otimismo, ancorada justamente pelo avançar.
 
Em nova tentativa de buscar uma agenda positiva para de contrapor a medidas amargas, o governo vai anunciar na quinta-feira (9/11) o Projeto Avançar, que prevê investimentos de R$ 42,15 bilhões até o fim de 2018, ano eleitoral. Após conseguir barrar na Câmara as duas denúncias contra o presidente Michel Temer, O Palácio do Planalto apostará na estratégia de comunicação para passar uma mensagem de otimismo, ancorada justamente pelo Avançar.

RECURSOS
Os recursos virão do Orçamento e, de acordo com o governo, ficarão livres das costumeiras tesouradas porque, com a crise fiscal, os investimentos foram os mais afetados. Sob o guarda-chuva do Avançar estão 6.233 projetos,de creches a construção de presídios, passando por moradias da Minha Casa Minha Vida.

Não há, na prática, nenhum programa novo, mas a equipe de Temer dará uma repaginada em planos afuscados pela crise política e econômica. Muitas obras que serão apresentadas estavam contidas no Programa Aceleração do Crescimento (PAC) - que começou no governo Lula e continuou na gestão de Dilma Roussef - e foram paralisadas. 

Do total de investimentos, R$ 9,03 bilhões serão reservados para política social, R$ 24,12 bilhões para obras de infraestrutura e R$ 8,99 bilhões para defesa. Os números, aos quais o jornal "O Estado de S. Paulo" teve acesso, ainda podem sofrer pequenas alterações.

O governo já tentou lanar o Avançar outras vezes, mas adiou o plano por falta de dinheiro nos cofres do Tesouro para bancar investimentos públicos. O valor do projeto também foi bastante reduzido.

No Congresso, até aliados do Planalto alegam que, na ânsia de mostrar resultados após se livrar da segunda denúncia - desta vez por obstrução da justiça e organização criminosa -, Temer rebatizou o PAC com o nome de Avançar. Auxiliares do presidente dizem, porém, que o projeto desta temporada não tem recursos privados, como o PAC. De qualquer forma, Temer tem agora um pacote reembalado para exibir em ano de eleições.

A campanha publicitária que o governo vai divulgar terá o mote "AGORA É AVANÇAR" e aparecerá na TV e nas redes sociais a partir de quinta-feira (8/11) à noite. Para reforçar essa ideia, o presidente já começou a usar em discursos a expressão "O BRASIL VOLTOU", em uma analogia com o festivo "O campeão voltou", do país do futebol.
Fonte/NE10.