quinta-feira, 11 de abril de 2019

LEVIR CULPI FOI DISPENSADO DO ATLÉTICO MINEIRO.

Goleada do Cerro Porteño custa cargo do treinador, que perdru três dos quatro jogos disputados pelo Atlético na fase de grupo da Libertadores.
O técnico Levir Culpi não resistiu no cargo após a derrota do Atlético-MG para o Cerro Porteño, nesta quarta-feira (10/4), no Paraguai. Depois da terceira derrota em quatro jogos pela fase de grupos da Libertadores, Levir foi demitido pela diretoria do Atlético-MG. O treinador se reuniu com o presidente no fim da manhã desta quinta-feira (11/4), na sede do clube, no bairro de Lourdes, e foi comunicado sobre o desligamento. 

Levir deixa o clube às vésperas do primeiro clássico diante do Cruzeiro, pela final do Campeonato Mineiro, domingo, às 16h (de Brasília), no Mineirão. Mais cedo, Levir e a delegação foram hostilizados durante desembarque da equipe em Confins. Também nesta quinta, o clube anunciou a contratação de Rui Costa para o cargo de diretor de futebol, substituindo a Marques, que passou a ser gerente de futebol. 

Levir estava na quinta passagem pelo Atlético-MG. O técnico voltou ao clube em outubro do ano passado, substituindo Thiago Larghi. Após o treinador assumir equipe, o Atlético-MG terminou o Brasileirão 2018 na sexta posição, conquistando vaga na pré-Libertadores. 

Nesta temporada, com Levir no comando, foram 22 partidas, entre o Campeonato Mineiro e Libertadores, com 14 vitórias, quatro empates e quatro derrotas, sendo três delas pela competição internacional. 

Em números gerais do clube, Levir disputou 320 partidas como treinador do Atlético-MG. Com ele, o Atlético venceu 172 jogos, empatou 66 e perdeu 82. Pela programação passada pela assessoria para esta quinta, os jogadores retornaram à Cidade do Galo após o desembarque desta manhã e foram liberados em seguida. O time volta a treinar na tarde de sexta-feira, antevéspera do primeiro jogo da decisão do Estadual.
Fonte: G1/Globo Esporte.