Pesquisar este blog

terça-feira, 10 de abril de 2018

NÁUTICO VOLTA AOS AFLITOS EM MAIO E ARENA BUSCA NEGOCIAR COM CLUBES.

Com o título de campeão, o Náutico ainda corre atrás de uma sonho recente: voltar ao estádio dos Aflitos. A previsão era de que esse mês de abril já contasse com jogos no número 1086 da Avenida Conselheiro Rosa e Silva, mas a volta ficará mesmo para maio. Por enquanto, continua a mandar suas partidas na Arena de Pernambuco. O equipamento da Copa do Mundo, por sua vez, objetiva negociar jogos do Trio de Ferro da Capital, além de eventos para continuar recebendo público.

De acordo com o presidente alvirrubro Edno Melo, as obras da casa do Náutico estão bastante adiantadas. O gramado foi todo plantado, as arquibancadas passam por recapeamento, o alembrado e as cadeiras já foram comprados. Agora é uma questão de execução. No fim, o estádio ficará com uma capacidade para 19.800 pessoas. O mandatário não descarta levar jogos maiores para a Arena ou até mesmo o Arruda.

Com o dobro da capacidade do estádio alvirrubro, o diretor geral da Arena Pernambuco Kleber Borges relembra o domingo (8/4), quando o Timbu conquistou o Campeonato Pernambucano diante do Central com mais de 42 mil pessoas presentes. Ele opina que a torcida do Timbu provou a força e a capacidade de lotar o local.

O torcedor alvirrubro vai matar a saudade da casa em um jogo amistoso. Pelo menos, essa é a ideia do clube. Pois, segundo o presidente da comissão partidária Luís Filipe Batista, em um jogo normal de campeonato, a exploração comercial fica comprometida, o clube não poderá vender direitos de transmissão ou ter placas publicitárias ao redor do campo. "Seriam todas atreladas ao campeonato especificamente", especificou.

A data e o adversário, porém, ainda não foram definidos. Os motivos são as obras e o calendário do Campeonato Brasileiro da Série C. O Alvirrubro pretende fazer o jogo inaugural em um fim de semana, mas a terceira divisão ocupa todos do próximo domingo (15/4) me diante. "Temos que adiar alguma data da Série C para a reabertura dos Aflitos. Essa é outra questão que estamos trabalhando junto com a CBF, concluiu Luís Filipe Batista.
Fonte/NE10/Blog do Torcedor.