quarta-feira, 14 de novembro de 2018

TSE APONTA 22 IRREGULARIDADES NA PRESTAÇÃO DE CONTAS DO PRESIDENTE ELEITO JAIR BOLSONARO.

Campanha de Bolsonaro tem 3 dias para enviar esclarecimentos sobre prestação de contas ao TSE.
Decisão foi tomada nesta terça-feira (13/11) pelo relator do processo, ministro Luís Roberto Barroso. Área técnica do Tribunal apontou 22 inconsistência nas contas apresentadas pelo candidato eleito. 

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luís Roberto Barroso acolheu o parecer técnico da Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias (Asepa) e determinou que o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), apresente, no prazo de três dias, esclarecimentos e documentação complementar sobre as 22 inconsistências identificadas na prestação de contas do candidato. 

No despacho, o magistrado determinou também que o candidato encaminhe nova prestação de contas pelo Sistema de Prestação de Contas de Campanha Eleitoral (SPCE-2018), com status de prestação de contas final retificadora de 2º turno. Além disso, a sigla deve protocolar uma mídia eletrônica com os documentos e as manifestações solicitadas. 

A análise e o julgamento das contas do presidente eleito são requisitos para que ele possa receber o diploma eleitoral. A solenidade de diplomação de Bolsonaro e de seu vice, Hamilton Mourão, foi agendada para o dia 10 de dezembro, às 16 h. Como de costume, a cerimônia será realizada no Plenário do TSE.
Fonte/TSE.